Como funciona

Como funciona o miraDry?

O miraDry é um aparelho que emite ondas de microondas de curto alcance e altíssima precisão que aquecem e desativam as células sudoríparas a uma temperatura média de 55 a 60ºC, desativando-as por meio de um processo chamado de termólise. De um modo bastante popular, é como se o miraDry cozinhasse essas células. As células adjacentes, ou seja, a parte da pele ao redor da glândula, sofre bem menos influência das ondas de microondas porque estas agem unicamente sobre a água e o local onde a pele tem mais água é justamente nas glândulas de suor.

Antes da primeira sessão, recomenda-se a aplicação de uma anestesia local simples, a base de lidocaína, que é a mesma usada por dentistas. Seu objetivo é evitar o desconforto do tratamento.

Depois da sessão, a região da aplicação pode ficar roxa, inchada ou dormente. Em alguns casos, pode ficar dolorida, sendo frequente o uso de compressas de gelo e, em último caso, um analgésico simples. A redução do suor ocorre gradualmente, e em 15 dias é possível verificar o resultado da primeira sessão.

Após 60 dias o resultado final já pode ser observado e, caso necessite, marca-se uma segunda sessão. No máximo em até 3 sessões toda a hiperidrose é eliminada. As células sudoríparas não se regeneram e, nos raros casos que isso ocorre, é somente depois de três anos, e em uma quantidade bem inferior. O sucesso do tratamento com o miraDry faz dele a melhor alternativa para o tratamento da hiperidrose axilar.

O miraDry agindo sobre a segunda camada da pele:

ilustração da ação do miraDry

A nossa pele é feita em camadas, aqui nos importa saber de três delas: A parte de fora, que a gente vê, é chamada de epiderme. A parte do meio, onde estão as glândulas de suor, é chamada de derme. É essa a região que deve ser tratada. E a parte interna, pouco atingida pelo microondas, é a hipoderme. As ondas de microondas não chegam a atingir significativamente a camada mais profunda, a hipoderme. Ao contrário disso, a camada que mais recebe esse calor é a derme.

Como a epiderme não precisa desse calor, os cientistas desenvolveram uma ponteira para o miraDry com um sofisticado modelo de refrigeração, utilizando o sistema hidrocerâmico, que compensa o calor com um resfriamento imediato da superfície da pele.

O miraDry é produto da tecnologia mais avançada do mundo e tem a maior eficiência dentre todos os tratamentos para suor excessivo existentes hoje. Atualmente, além do Brasil, os Estados Unidos e o Japão são os países que dispõem da tecnologia.


ilustração do miraDry em operação


• Tecnologia revolucionária não-invasiva que utiliza energia de microondas para eliminar com segurança o suor das axilas.


– O Sistema miraDry é o resultado de mais de 5 anos de pesquisa e desenvolvimento, incluindo o maior estudo clínico de longo prazo realizado por dermatologistas nos Estados Unidos.

• Termólise de glândulas sudoríparas proporciona resultados duradouros


– O sistema miraDry entrega energia de microondas precisamente controladas de forma não invasiva para a região em que as glândulas sudoríparas residem. A energia gera calor que resulta em termólise das glândulas sudoríparas;
– Ao mesmo tempo, um sistema de arrefecimento contínuo hidrocerâmico protege a derme superficial e mantém o calor ao nível das glândulas sudoríparas;
– A maioria dos pacientes relatam uma drástica redução de seu suor em um estudo clínico recente, a redução média foi de suor 82%. 

• De cada 5 adultos entre 18-49 anos, 1 sofre de hiperidrose axilar excessiva.

 

 

Newsletter

E-mail

Nome

© 2009-2017 Miramar Labs, Inc. Todos os direitos reservados.
Miramar Labs ® e miraDry ® são marcas registradas da Miramar Labs, Inc. miraWave ™ é marca registrada da Miramar Labs, Inc. Miramar produtos podem ser cobertos por uma ou mais patentes nos Estados Unidos. Por favor clique aqui para ver as patentes associados individuais produtos Miramar.